Recrutamento e seleção: 7 Erros que podem prejudicar a sua Clínica

Com o objetivo de que a clínica de estética possa ampliar os seus resultados, existe a necessidade de definir estratégias de marketing relevantes, contar com uma equipe qualificada e ainda se preocupar com um atendimento que seja diferenciado. No entanto, algumas ações que muitas vezes passam despercebidas pelos gestores também impactam o negócio, como alguns erros no recrutamento e seleção.

Uma contratação equivocada contribui para que haja o aumento da taxa de turnover (movimentação de profissionais), bem como amplia os gastos da clínica, justamente pelo fato de contratar e demitir gerar custos para qualquer tipo de empresa.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você saiba quais erros devem ser evitados nessa etapa tão importante para o sucesso de seu negócio. Boa leitura!

1. Deixar se enganar pelas aparências

No momento que for efetuar uma entrevista com alguns de seus candidatos pré-selecionados, existe a necessidade de fazer uma avaliação bem analítica daquele profissional. Não deixe de enganar pelas aparências e nem por apenas respostas bem construídas.

Para evitar esse tipo de equívoco, uma dica é que você tenha uma cultura bem definida. Saiba quais são aqueles valores buscados em um profissional que condizem com a sua realidade e como é o perfil adequado para aquela vaga.

Exemplo: imagine que determinada clínica preza bastante pela vontade dos colaboradores de crescerem, aprenderem e ensinarem. Existe a possibilidade de identificar, por meio da entrevista, se aquela pessoa conta com essas características, principalmente se você fizer perguntas que contribuam para isso. Veja abaixo.

  • Como você se enxerga daqui a (x) anos?
  • Caso algum colaborador cometa um erro que prejudique as suas funções, como seria a sua reação?
  • O que é ambição para você?
  • O que você gosta de ensinar no dia a dia?

2. Estender demais o processo

Tornar um processo muito longo também pode prejudicar o sucesso de seu processo de recrutamento e seleção. Bons profissionais do mercado normalmente fazem participam de outras entrevistas e vagas em clínicas diversas, o que pode correr o risco de receber uma proposta enquanto o seu negócio ainda estiver avaliando as principais questões que considerar importante.

O ideal é contar com etapas objetivas, de modo que o recrutador colete as informações mais estratégicas para que a contratação seja coerente e de acordo com o que ambos esperam.

3. Não explicar todos os detalhes da vaga

Oferecer informações que sejam relevantes ao seu potencial profissional deve ser uma de suas prioridades. Logo nas primeiras conversas, já deixe claro todos os detalhes que serão importantes para o seu entendimento, como salário, carga-horária, qual é a finalidade daquela vaga, o que a empresa espera do colaborador contratado e como aquele profissional poderá contribuir para o crescimento do negócio.

Isso vai evitar que se contrate uma pessoa que não tenha o perfil pretendido ou ainda não esteja compatível com o que a clínica espera. O ideal é que, logo no anúncio, todas as informações relevantes já estejam claras, de modo que só se candidate ao cargo quem realmente se identificou com o que a empresa procura.

4. Não testar as habilidades

Por mais que as habilidades podem ser adquiridas ao longo da experiência e vivência dentro da clínica, existe a necessidade de testá-las para que os recrutadores entendam como é aquele profissional, quais são as suas principais qualificações e quais foram as dificuldades encontradas em um teste técnico.

Encontrar o perfil que seja mais adequado para o seu negócio não deve se limitar apenas a perguntas estratégicas. A partir do momento que o colaborador não se identifique com as funções, certamente vai continuar buscando por outra recolocação no mercado, o que traz um impacto intelectual e financeiro para a sua gestão.

Portanto, busque fazer:

  • formulários;
  • simulações;
  • testes interativos;
  • avaliações de competências, entre outros.

5. Não dar feedback aos candidatos

O candidato disponibilizou parte de seu tempo para ir até a sua clínica bater uma conversa. Se apresentou, respondeu a todas as perguntas e, em alguns casos, até mesmo elaborou o teste técnico. Você teve os critérios para a avaliação e nem sempre é possível contratar todas as pessoas que passaram pelo processo, certo? No entanto, chega a ser desrespeitoso o recrutador que não fornece um feedback para o profissional que, por algum motivo, não cumpriu com os requisitos da vaga.

Elabore um texto ou até mesmo faça uma ligação explicando os motivos que levaram a sua equipe tomar aquela decisão. Qualquer pessoa que participa de algum processo fica com expectativas de um contato, mesmo que seja negativo. Por essa razão, estabeleça um prazo para aquele profissional e faça de tudo para cumpri-lo, algo que vai contribuir até mesmo para a imagem de sua clínica — possibilitando até mesmo um contato mais futuramente.

6. Demonstrar ar de superioridade

Mesmo que seja uma avaliação técnica, não é indicado que o recrutador demonstre ar de superioridade. Ele deve passar confiança, de modo que o profissional seja estimulado a exercer as funções a serem contratadas pela clínica. Caso contrário, pessoas com talento, capacitação adequada e que sejam condizentes com o perfil procurado podem desistir do processo, o que fará com que ele seja mais demorado ou que perca capital intelectual que faria a diferença para a sua equipe.

O recrutador precisa transmitir uma posição neutra, que esteja livre de julgamentos e que transmita apenas as informações necessárias, bem como possa tirar todas as dúvidas que aquele candidato vier a ter.

7. Não repassar as informações do currículo

Por fim, é essencial que o recrutador repasse as informações que o candidato colocou no currículo. Aqui, é recomendável que seja apenas para tirar eventuais dúvidas, como as qualificações apresentadas, os cursos que o profissional fez até então, bem como os locais que já trabalhou — e quais foram as suas funções.

Assim, as chances de alguma informação equivocada passar diminuem significativamente, bem como amplia as possibilidades para que o recrutador acerte em cheio na escolha.

Neste conteúdo, você pôde entender algumas dicas práticas de recrutamento e seleção em uma clínica de estética. Esses pontos são essenciais para que a sua equipe esteja alinhada, contribuindo para o bom clima organizacional. Como consequência, seus resultados serão mais atrativos, além de contar com uma gestão que seja focada no crescimento.

Caso deseja tirar mais dúvidas sobre o assunto de recrutamento e seleção, continue no blog e leia nosso outro conteúdo!

Imagem 1

1 Comentário

  1. […] Entre os tipos de entrevista de emprego, essa é realizada com base na análise de currículo e, provavelmente, é a mais comum entre as organizações. Aqui, o recrutador costuma fazer perguntas com base nas experiências profissionais do candidato e nos cursos realizados ao longo de sua trajetória profissional. […]

Faça um comentário

Usuário ou email